Voltar ao topo

12 de julho de 2024

Bandeira Escassez Hídrica na conta de luz continua a ser aplicada este mês

Cobrança será mantida neste mês, mas a expectativa é que não seja necessária a partir de abril
Foto: MME/Divulgação

Compartilhar:

Os consumidores que recebem o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica terão bandeira verde neste mês. Com isso, não haverá acréscimo na conta de luz para os beneficiários. A decisão foi anunciada na última sexta-feira, 25, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Para os demais usuários, no entanto, continua vigente a bandeira Escassez Hídrica, no valor de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos.

De acordo com o Governo Federal, esse valor extra foi necessário para cobrir os custos de energia, que ficaram mais caros em decorrência do enfrentamento do período de escassez de recursos hídricos, no ano passado, o pior em 91 anos. A bandeira Escassez Hídrica segue em vigor até abril de 2022. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, acredita que a partir do próximo mês a bandeira de Escassez Hídrica deixará de ser aplicada.

“Acreditamos que [a bandeira Escassez Hídrica] não será necessária a partir de abril. [Ela] foi utilizada para pagar o custo adicional de geração de energia. Como nós não tínhamos água para gerar as nossas usinas hidrelétricas, tivemos que contratar energia no exterior, da Argentina, do Uruguai, e tivemos que usar nossas usinas termelétricas, que são mais caras, por conta do petróleo, do óleo, por conta do gás.” (Agência Brasil)

[ Mais notícias ]