Voltar ao topo

18 de julho de 2024

Audiência cobra convocação de professores aprovados em concurso da Seduc

Conforme o parlamentar, o objetivo dessa reunião é estabelecer um diálogo aberto com a Secretaria da Educação do Estado (Seduc) para tratar da data de convocação dos candidatos aprovados no concurso realizado em 2018 pela instituição
Foto: Reprodução/APEOC

Compartilhar:

A convocação dos professores aprovados no concurso realizado pelo Governo do Estado será o tema central de uma audiência pública agendada para esta quinta-feira, 22, às 14h, no Complexo de Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece). Esta audiência será realizada pela Comissão de Educação Básica e foi solicitada pelo deputado Queiroz Filho (PDT).

Conforme o parlamentar, o objetivo dessa reunião é estabelecer um diálogo aberto com a Secretaria da Educação do Estado (Seduc) para tratar da data de convocação dos candidatos aprovados no concurso realizado em 2018 pela instituição. Queiroz Filho destacou também que essa demanda surgiu a partir das solicitações de vários candidatos aprovados, que buscam informações sobre quando serão convocados para assumir seus cargos.

Para esta audiência, espera-se a presença de representantes da Seduc, entidades ligadas à educação e membros da sociedade civil, onde, conforme Queiroz Filho, será uma oportunidade para esclarecer dúvidas, expor reivindicações e buscar soluções em relação à convocação dos aprovados no concurso.

COBRANÇA PARLAMENTAR

No primeiro expediente da sessão plenária na Alece desta quinta-feira, 22, o deputado Queiroz Filho (PDT) exigiu a convocação dos candidatos aprovados no concurso de 2018 da Seduc. Segundo o parlamentar, a audiência, organizada pela Comissão de Educação Básica da Alece, da qual ele faz parte, visa atender às reclamações dos aprovados no concurso. “Hoje será uma excelente oportunidade para ouvirmos e compreendermos as demandas, que considero muito justas, apresentadas por essa comissão dos aprovados”.

Atualmente, conforme o deputado, existem 612 pessoas aprovadas que ainda não foram convocadas. No entanto, a validade do concurso vai até setembro de 2023. “É possível que haja, e é uma das reivindicações, a prorrogação da validade desse concurso público a partir de setembro. Mas o prazo está se aproximando. É necessário haver um planejamento prévio para que isso seja viável”.

Além disso, durante sua fala, questionou também a intenção do Estado em abrir uma seleção para a contratação de professores temporários. “Por que não convocar os aprovados no concurso de 2018 para preencher essas vagas? Dizem que não são convocados por questões financeiras. No entanto, se há a possibilidade e a necessidade de contratar temporários, entendemos que os aprovados no concurso devem ser chamados”.

O parlamentar destacou que Fortaleza possuí um dos melhores índices de educação, refletido na qualidade do ensino na Capital. Cláudio Pinho mencionou, inclusive, que o Município conta com 600 unidades escolares com 240 mil alunos matriculados, além de estar “no nível mais alto de alfabetização na idade certa, pelo oitavo ano consecutivo”.

[ Mais notícias ]