Voltar ao topo

17 de julho de 2024

Atlas da Capital humano

Compartilhar:

Foto: Natinho Rodrigues

O Atlas do Capital Humano é um avanço para a cidade de Fortaleza. Laçado na capital na última semana, apresenta um panorama sobre a formação profissional e educacional na cidade.

O Atlas visa a subsidiar ações que tenham por objetivo a melhor compreensão do perfil dos profissionais em formação, ou seja, um diagnóstico sobre o material humano e sobre as tendências dos postos de trabalho no mercado local.

As informações trazidas pelo estudo fornecem importantes números sobre educação básica, educação profissional de nível médio e superior e a formação profissional de curta duração. Saber onde estamos e para onde nossos jovens estão indo é fundamental para traçar metas de investimento empresarial de médio e longo prazo, afinal, não se constrói uma cidade sem gente, sem capital humano.

Na aba dos investidores, é notório que a conjectura política, a estabilidade jurídica e a capacidade de produção da mão de obra são fatores determinantes para a decisão de implantar, permanecer ou sair da cidade. Nesse sentido, nossa coluna hoje aproveita o espaço para agradecer o empenho do Instituto de Planejamento (Iplanfor) pelo passo importantíssimo para a junção das expectativas de mercado e as ações do poder público.

Se olharmos bem para todos os dados expostos no atlas do capital humano, veremos que a ferramenta da pesquisa, associada ao desejo de colaboração da prefeitura, é capaz de orientar a alocação de recursos em determinadas áreas tendo em vista o melhor desenvolvimento da nossa gente, do nosso povo, do nosso Ceará.

Além disso, saber do perfil dos nossos estudantes e profissionais é uma condição fundamental para que a formação das escolas, centros técnicos e universidades possam estar alinhadas as necessidades mais urgentes da população. Formação é sinônimo de resolução de problemas de pequenos e grandes grupos.

[ Mais notícias ]