Voltar ao topo

17 de julho de 2024

As plenárias do deputado José Guimarães anunciam novidades

Compartilhar:

Foto: Divulgação

O deputado José Guimarães (PT) iniciou suas plenárias. São reuniões com eleitores, nas regiões do Ceará, em busca de um quinto mandato na Câmara dos Deputados. Na primeira fase, o vice-presidente nacional do PT está abrindo diálogo com produtores rurais e agricultores familiares, ligados à Fetraece.

A entidade é a poderosa que controla os 183 sindicatos rurais no Ceará, envolvendo cerca de dois milhões de trabalhadores em 11 regiões. É ligada à Contag, maior confederação de trabalhadores da agricultura familiar da América Latina.

A Fetraece funciona como um braço importante do governo Camilo, por controlar a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA). Ana Tereza, atual secretária, filiada ao PT, indicada e ligada ao deputado José Guimarães. De Assis Diniz e Dedé Teixeira, que passaram pela pasta, também, petistas eram ligados a Guimarães.

A plenária do deputado, com sindicatos rurais e representantes da Fetraece, foi um sinal claro de que o PT vai atuar juntamente com o PDT. “Nossa meta é vencer a eleição no Ceará, fazer o Lula o mais votado”, colocou Guimarães. O parlamentar pondera que, no futuro, o PT quer ser protagonista no Ceará, ou seja, ter candidatura própria, o que é razoável. Guimarães, com sua fala, acalmou os mais nervosos no partido, que insistem em apontar nomes dentro do PDT, insinuando vetos. “O adversário é o Bolsonaro e o bolsonarismo”, pontuou o parlamentar, que é ligado ao ex-presidente Lula.

Segundo Guimarães, o governador Camilo Santana está deixando o governo para entrar na disputa ao Senado, com o objetivo de ser uma voz forte em favor de Lula na Casa. O petista informou que o partido, no Ceará, crescerá sua representação em Brasília.

Guimarães tem histórico de influente no Congresso Nacional. Foi líder do PT na Câmara, líder do governo Dilma, líder das minorias e das oposições. Acusado de mandar um assessor colocar dólares de propina na cueca, conseguiu superar, na justiça, seu pior momento. Foi inocentado. Ele ganhou força com a volta de Lula.

Recentemente, em Barbalha, durante evento com o governador Camilo e o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, comunicou que o PT seguiria na aliança com o PDT e, na votação dentro da convenção petista fez, valer a posição de apoiar o candidato pedetista, sem impor nomes, apesar de saber que existe um movimento dentro do PT que exige ser ouvido, antes da definição da chapa majoritária.

Faec quer liberar Itataia
Amílcar Silveira busca licença para início do funcionamento da operação de exploração da mina de Itataia, em Santa Quitéria. “Será a nossa liberdade econômica, fabricaremos fertilizantes para o Ceará, o Brasil e o Mundo”, diz. Ele esteve com a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Turma dos 25 mil votos vai para o PSDB
O PSDB vai ficar com a turma dos candidatos que trabalha na expectativa de obter entre 25 e 30 mil votos. O martelo foi batido. O presidente da Assembleia, Evandro Leitão, fechou acordo com Luiz Pontes e Alexandre Pereira, onde o partido Cidadania fará parte da aliança.

[ Mais notícias ]