Voltar ao topo

17 de junho de 2024

Ceará tenta se recuperar na Série B contra a Chapecoense fora de casa

Jogo será disputado às 17h deste sábado, 23; a partida será transmitida pela Band
No jogo do turno, o Ceará venceu a Chapecoense pelo placar de 2 a 0. Foto: Felipe Santos/Ceará SC

Compartilhar:

Após a goleada sofrida pelo Novorizontino na última segunda, 18, o Ceará volta a jogar pela Série B, neste sábado, 23. Contra a Chapecoense/SC fora de casa, a partida será válida pela 29ª rodada da competição, e uma vitória alvinegra é essencial para o clube conseguir o objetivo de subir à Série A. O embate, transmitido pela Band e pela Premiere, será disputado na Arena Condá, em Chapecó-SC, às 17h.

Sob o domínio do técnico Vagner Mancini, que assumiu o clube há três rodadas, o Ceará vinha embalado, até a última derrota. Nos dois primeiros jogos, o Vozão venceu Criciúma/SC e o Londrina/PR dentro de casa, na Arena Castelão e no Estádio Presidente Vargas, respectivamente.

No entanto, no último confronto, o Alvinegro de Porangabuçu foi goleado pelo Novorizontino por 4 a 1, no Interior de São Paulo. O jogo, aliás, poderia ter sido ainda mais vexatório para o Vovô. Na coletiva após o jogo, Mancini comentou a atuação do Ceará. “Nesse momento temos que ter calma, tentar entender porque isso aconteceu. Nossa equipe jogou abaixo, estou há pouco tempo no comando, mas em virtude de já ter visto outros jogos, hoje foi um jogo onde o coletivo esteve muito abaixo”, comentou o técnico.

Para o jogo contra a Chapecoense, o treinador apontou o que o time terá que fazer para voltar aos trilhos. “Para o jogo em Chapecó, o Ceará tem que ser mais aguerrido, mais competitivo, vibrar mais na partida, entender o que está sendo montado e entender o momento que atravessamos”. “Não podemos jogar um balde de água fria no nosso torcedor. Tem que haver uma reação já contra a Chapecoense”, completou.

Para o combate, o clube não poderá contar com quatro atletas. São eles: Michel Macedo, com uma entorse no joelho direito; Paulo Victor, com uma lesão parcial extensa no ligamento colateral médio do joelho esquerdo; Willian Maranhão, com desconforto muscular na parte posterior da coxa direita; e Chay, com tendinite patelar no joelho esquerdo. 

Na meta, não há certeza da utilização do goleiro Bruno Ferreira – que vem sendo o titular nos últimos jogos. Contra o Novorizontino, o arqueiro foi substituído no intervalo. Segundo Mancini, na coletiva, houve um desentendimento após uma cobrança feita pelo treinador. A escalação do Alvinegro para o jogo em Chapecó deve ser a seguinte: Bruno Ferreira (André Luiz); Warley, Luiz Otávio, David Ricardo, William Formiga; Léo Santos, Guilherme Castilho, Jean Carlos; Erick, Saulo Mineiro e Chrystian Barletta.

Na próxima rodada do certame, o Ceará volta a jogar dentro de casa, contra o Atlético Goianiense, clube que também busca uma vaga no G4 da competição.

[ Mais notícias ]