Voltar ao topo

12 de julho de 2024

Ação beneficente promove doação de repelentes a famílias no interior do Ceará

Serão beneficiados com essa ação 733 famílias que vivem no entorno da Reserva Natural Serra das Almas e que sofrem com o aumento significativo de casos de dengue na região
Família atendida pela Associação Caatinga, no Sertões de Crateús. Foto: Reprodução/Associação Caatinga/Éden Barbosa

Compartilhar:

Uma ação beneficente da empresa SC Johnson destinará 8.400 unidades de repelentes e 4.398 vales-alimentação para famílias do interior do Ceará atendidas pela Associação Caatinga. A ação contemplará a região dos Sertões de Crateús. Serão beneficiadas 733 famílias que vivem no entorno da Reserva Natural Serra das Almas e que sofrem com o aumento significativo de casos de dengue.

Daniel Fernandes, coordenador-geral da Associação Caatinga, ressalta a importância das doações para as comunidades atendidas. “As comunidades atendidas pelas doações ficam em distritos rurais, onde muitas vezes o atendimento médico é mais complexo e de difícil acesso. Por isso, a prevenção é ainda mais importante e os repelentes fazem a diferença”, ressalta Daniel, reforçando que o uso de repelentes e a eliminação de focos de água parada são essenciais no combate à dengue e outras doenças transmitidas por mosquitos.

Conforme o Ministério da Saúde, até 19 de maio deste ano, houve um aumento de 21% nos casos prováveis da doença em comparação ao mesmo período do ano passado, totalizando cerca de 1,2 milhão de ocorrências em todo país. 

ECONOMIA LOCAL

Daniel Oliveira frisa que os vales-alimentação serão pagos em cartões pré-pagos que poderão ser utilizados nos comércios da Região exclusivamente para aquisição de alimentos, apoiando assim a economia local. “Essa iniciativa não apenas contribui para o bem-estar das famílias, mas também ajuda a reduzir a vulnerabilidade socioeconômica, além de estar alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), como a erradicação da pobreza, a promoção da agricultura sustentável, a saúde e bem-estar, e a conservação da vida terrestre”.

ATUAÇÃO NO CEARÁ

A companhia SC Johnson foi fundamental para a criação da Associação Caatinga, que hoje preserva mais de 6 mil hectares de Caatinga na Reserva Natural Serra das Almas, desenvolve atividades de educação ambiental em mais de 40 comunidades e impacta cerca de 4.000 famílias. A SC Johnson também ajudou a fundar, ainda na década de 1960, a Escola Johnson, que hoje integra a rede pública estadual de ensino, localizada no bairro Guararapes, em Fortaleza, sendo referência na educação inclusiva.

Em 1937, a companhia funda a Fazenda Raposa, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMFor), com objetivo de fomentar a pesquisa sobre produção de cera a partir de palmeiras como a carnaúba, sendo posteriormente doada à Universidade Federal do Ceará (UFC).

Associação Caatinga é uma organização sem fins lucrativos que atua desde 1998 na proteção e desenvolvimento sustentável da Caatinga. Conforme a instituição, seu objetivo é garantir a conservação das terras, florestas e águas do bioma, promovendo a resiliência das comunidades rurais diante dos desafios do semiaridez e do aquecimento global.

[ Mais notícias ]