Voltar ao topo

24 de julho de 2024

6ª edição do Festival Acordes do Amanhã leva música para diversas partes do Ceará

Programação do evento reúne artistas de diferentes ritmos e melodias; Acesso é gratuito
Foto: Joélia Braga

Compartilhar:

Nesta sexta-feira, 23, as cidades de Fortaleza, Jijoca de Jericoacoara e Sobral vivenciarão uma experiência diferente relacionada à musica. Isso porque apresentações musicais e intervenções artísticas, com diferentes ritmos e melodias, vão estar presentes em espaços públicos dessas cidades, como praças, parques, terminais de ônibus, linhas de metrô e de ônibus, escolas e hospitais. As ações fazem parte da 6ª edição do Festival Acordes do Amanhã, que vai realizar, em um único dia, cerca de 30 apresentações artísticas de forma simultânea e gratuita.

Segundo a diretora do festival, Ingrid Ferreira, o festival busca fortalecer a circulação e a difusão da música. “Para conectar público e artistas, a gente promove uma intensa programação musical em espaços públicos. Em cada ano abordamos um tema. O conceito deste ano abraça a diversidade musical e destaca a importância de todos os sons na criação de harmonia. Nesta edição, a curadoria priorizou a diversidade e escolheu artistas que já se apresentaram em edições anteriores”, apontou.

EM FORTALEZA

Abraçando a diversidade musical, o festival estará com apresentações, das 8h às 17h, no Terminal de ônibus Antônio Bezerra. Entre as atrações está Lia Maia, com clássicos do samba brasileiro e canções autorais, como a música ”Recado”, do seu novo projeto musical Coisafeita. Já na Praça do Ferreira, a programação será das 9h às 17h. Dentre os shows ao ar livre, está o do multiartista Orlângelo, que apresenta faixas do novo EP “Musga”, que une música e humor, e Nega Lu, com canções autorais do seu álbum ”Minha Ancestralidade”, lançado em 2021.

As apresentações acontecerão também no Espigão da Praia de Iracema, das 17h às 19h. Entre as apresentações, está o grupo Torrado de Rabeca, que fará um resgate da sonoridade tradicional da música do sertão, das primeiras manifestações de forró e da cultura popular, que tinha como característica timbristica a Rabeca, instrumento artesanal típico do sertão. Das 18h30 às 22h, no Anfiteatro do Dragão do Mar, terá apresentações de mais artistas cearenses, como Daniel Peixoto, que estará lançando o seu 3º álbum solo, ”Tropiqueer”.

Outros espaços de Fortaleza também receberão intervenções artísticas. São eles: Instituto do Câncer do Ceará – ICC; Hospital da Mulher de Fortaleza; Lar Três Irmãs; Metrô (Estação José de Alencar), Escola de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Santa Luzia, Escola Municipal Antônio Sales, Linha de ônibus (Antônio Bezerra – Papicu), Associação de Cegos do Estado do Ceará, Calçada do Theatro José de Alencar e Mercado São Sebastião.

EM JIJOCA DE JERICOACOARA

Em Jijoca de Jericoacoara, o festival vai contar com o show da Orquestra Jeri, às 14h30, na Escola Nossa Senhora da Consolação, parceira do programa Escolas Criativas.

EM SOBRAL 

Simultaneamente, o festival realizará em Sobral pela manhã, com a apresentação às 8h, do Trio de Cordas Friccionadas, no Abrigo Coração de Jesus. A programação segue à tarde, às 14h, na Escola Profa. Maria José Santos Ferreira Gomes, com a Banda Rádio Móvel e às 17h, na Praça São João, com o Grupo Ôh Batuque.

[ Mais notícias ]