Voltar ao topo

23 de julho de 2024

534 aprovados para Polícia Civil do Ceará iniciam formação na Capital

Compartilhar:

Com 728 horas/aula, sendo 602 na modalidade presencial e 126 EAD, a capacitação vai contar com disciplinas de conhecimentos integrados, jurídicos e específicos

Redação OPINIÃO CE
redacao@opiniaoce.com.br

Pernambucana Sonyelle Lima se prepara para se tornar inspetora (Foto: Divulgação)

Segue até o próximo mês de junho o curso de formação dos futuros policiais civis do Ceará. A aula inaugural ocorreu nesta segunda-feira, 14, na Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), em Fortaleza. Ao todo, 534 aprovados em concurso público participam da capacitação – são 411 futuros inspetores e 123 novos escrivães.

As aulas, segundo o Governo do Estado, a quem compete a gestão do policiamento estadual, são voltadas para a habilitação dos futuros inspetores e escrivães que irão reforçar a polícia judiciária do Ceará. Os profissionais atuarão em ações investigativas, apuração de infrações penais, prisões e outros procedimentos.

Além dos conteúdos que ajudam na tarefa diária de um policial, os alunos terão acesso a conceitos que contribuirão para o caráter deles como profissionais. Com 728 horas/aula, sendo 602 na modalidade presencial e 126 EAD, a capacitação vai contar com disciplinas de conhecimentos integrados, jurídicos e específicos.

Assuntos como técnicas operacionais; tiro policial; defesa policial; condução veicular operacional; técnicas de entrevista; sistemas de informação policial aplicados à prática cartorária; armas e munições letais e menos letais e equipamentos; introdução à investigação policial; Direitos Humanos e atuação do profissional de segurança pública frente aos grupos vulneráveis, dentre outras disciplinas serão abordados.

De 2015 para cá, conforme dados oficiais divulgados, foram contratados 1.296 profissionais para a Polícia Civil do Ceará (PCCE) – o que representa atualmente 40% do efetivo, sendo 601 inspetores, 441 escrivães e 254 delegados. O governador Camilo Santana e a vice-governadora Izolda Cela participaram da abertuda da formação. Na cerimônia, o gestor voltou a defender os investimentos estaduais no eixo da segurança pública.

“O Ceará hoje tem o que há de melhor em termo de armamento. Todo policial tem sua arma. Temos a maior frota de aeronaves biturbina do Brasil. Estamos apostando na inteligência e tecnologia. Temos o sistema de videomonitoramento, novos batalhões no interior, mais delegacias 24h, viaturas, motos […] Considerem-se vitoriosos. Daqui a três meses, vocês estarão todos nomeados. Que Deus abençoe e vocês possam cumprir essa missão honrosa.”

“É a partir dessa introversão dos valores que a sociedade cearense vai ter servidores conectados àquilo que é tão caro a nós, que é a possibilidade de termos uma segurança que traga para as pessoas um bem viver. Vocês terão um papel importantíssimo nisso”, afirmou, também no evento, a vice-governadora.

 

[ Mais notícias ]